Fanzine Lance Legal

Instituto Planeta Água

Arquivos
Busca
Cadastro

Carreira
Chat
Contato

Discografia
Discussão

Galeria
Links

Menu
Shows
Visitas

Guilherme Arantes
Site do Músico

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Centro de Recursos Ambientais

CRA assina convênio com o Instituto Planeta Água
Pólo Ambiental

A APA do Rio Capivara, no município de Camaçari terá um pólo de referência do meio-ambiente. Este é o objetivo principal da empresa "Guilherme Arantes – Pousada e estúdio Planeta Água", que pretende desenvolver no prazo de 36 meses, sob a orientação do Centro de Recursos Ambientais (CRA). O projeto prevê a instalação de um núcleo de pesquisa, viveiros de crustáceos, moluscos e peixes, o plantio de espécies nativas do mangue e frutíferas. Além de programas educativos de preservação no local.

Um convênio foi assinado na quarta, 5/11/2003, às 17h, entre o CRA  e o cantor/compositor Guilherme Arantes com a diretora Lúcia Cardoso, na sede do bairro Monte Serrat.  Durante o evento que marcou a assinatura do importante "Termo de Compromisso", Lúcia Cardoso, foi representada pelo diretor de controle ambiental, Ney Maron que destacou a iniciativa do músico, chamando à atenção de que, ações desse tipo, são importantes para que as futuras gerações venham dispor dos recursos naturais desse local.

Arantes disse que o desenvolvimento desse projeto era um sonho que acalentava há vários anos e que agora será possível graças à celebração desse termo. Assegurou que em breve colocará a disposição da comunidade local e de visitantes os serviços. Será um empreendimento importante, que além de recompor os manguezais irá possibilitar a produção sustentável de crustáceos, especialmente, caranguejos. Acredita que dentro de três anos, a área estará totalmente recuperada.

O convênio prevê atividades na Escola Ambiental do Instituto Planeta Água, como alfabetização de adultos, artesanato e reuniões da Associação Comunitária de Barra do Jacuípe, no litoral norte, com a criação de um posto avançado da APA (Área de Proteção Ambiental) do Rio Jacuípe e Lagoas de Guarajuba. O projeto ambiental conta com a aprovação da Marinha do Brasil/Enema (Segundo Comando), para ações de proteção e preservação no manguezal. A área é protegida por legislação ambiental, que não permite construções sem que atendam uma série de pré-requisitos. O "Planeta Água Residence", de propriedade da Guene Mendes foi impedido de construir no local, a fim de evitar o impacto ambiental na área.

O CRA é uma autarquia vinculada à Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Bahia (SEMARH). Trata-se de um convênio, não uma penalização ambiental, uma vez que não houve autuação alguma. É uma normatização de ações. O CRA considera aceitável a edificação da escola nessa área e as atividades propostas. Permite definitivamente a localização dessa Escola Ambiental em uma 'Zona de Vida Silvestre (ZVS), pertencente à  APA do Rio Capivara. Mais do que uma permissão concedida, o termo estipula condições e exige ações, com condições compensatórias:

R
ecomposição da biota

-Plantio e cultivo sistemático de espécimes vegetais e animais do mangue.
-Plantio sistemático de espécimes florestais e frutíferas regionais.
-Instalação de viveiros de crustáceos e peixes.
-Implantação de um Centro de Pesquisas e Pólo de Referência Ambiental. 

Utilização comunitária

-Utilização da área e das instalações da Escola Ambiental do Instituto pelas APAs do Rio Capivara e Lagoas de Guarajuba.
-Utilização das instalações do Instituto para atividades comunitárias de interesse social e ambiental. 

O que já vem sendo realizado:

-Replantio de parte da vegetação do mangue - parte da praia do rio já está em recomposição.
-Plantio de espécimes florestais e frutíferas (manga, mangaba, jaca, caju, goiaba, cajá, jacarandá, orquídeas e bromélias).
-As reuniões do Conselho Gestor das APAs do Rio Capivara e Lagoas de Guarajuba.
-Aulas de artesanato e alfabetização de adultos, com recursos de vídeo.
-Reuniões comunitárias de associações regionais de interesse social.
-Credenciamento junto ao Ministério Público para alocação de verbas oriundas de autuações ambientais (Promotoria de Camaçari).
-Captação de recursos da área privada (empresas) para a montagem do Centro de Pesquisas.

Breve, haverá novidades já para este verão e a área se tornará um núcleo auto-sustentável com atratividade para visitação. Visite e prestigie o Instituto Planeta Água: km 33,5 da Estrada do Côco - Barra de Jacuipe (Orla de Camaçari), com placa indicativa na estrada, antes da ponte do Rio Jacuípe, (para quem vem do Aeroporto). 

 

Instituto Planeta Água    E-mail/FC    Menu do Fanzine